4 Passos para Ser Jogador de Futebol

Há quem se pergunte: meu sonho é ser jogador de futebol, mas moro numa cidade distante, não tenho oportunidade, não conheço ninguém, precisa ter empresário, futebol às vezes é sacanagem, a idade etc.

Diante de todas as dificuldades, de toda a concorrência e competitividade.

Há 4 passos a serem dados.

1 . É preciso sempre estar envolvido com o futebol

quero-ser-jogador-de-futebol-1 4 Passos para Ser Jogador de Futebol

Quer no futsal do colégio, depois no clube que frequenta, e aí vão aparecendo algumas oportunidades para poder jogar em campo e ir se envolvendo com o mundo esportivo.

Conhecendo pessoas, pois se se deseja jogar futebol é preciso estar no meio do futebol. Não vai adiantar ficar jogando videogame em casa, saindo à noite para fazer festa com os amigos e depois de manhã você quer ser jogador de futebol, isso não dá.

Você tem de estar envolvido, totalmente submerso no mundo esportivo.

Há quem a partir dos 10, 12 anos de idade treinava no clube, no colégio se dedicava três, quatro vezes por semana e final de semana jogava.

Muito de vida social ia para o espaço, porque o foco estava no que se queria: ser jogador de futebol.  E para isso era preciso ser diferente, porque a profissão de jogador é muito única com muita concorrência.

Era preciso fazer algo de diferente, de único e especial, porque fazer o que todo mundo está fazendo não iria torná-lo um jogador.

2 . É preciso saber o que se tem de melhor

Se você chuta bem, tem uma boa capacidade física, corre bastante ou se tem uma capacidade técnica e dribla bem, se você é alto e tem postura mais para zagueiro.

É preciso descobrir-se no meio do futebol, saber quem você é, qual sua identidade, o que você vai assumir e absorver ao longo da sua carreira.

Isso é muito importante porque às vezes se chega para fazer um teste e a pessoa nem sabe quem é e já começa perdendo aí.

Porque quando se vai fazer um teste é preciso começando a se impor. Tem de chegar lá para ficar, sem hesitações.

Quem você é? Atacante, zagueiro, lateral, lateral defensivo ou lateral ofensivo, o que você precisa melhorar e focar naquilo que você tem de melhor.

E isso ocupar 90% do seu pensamento, porque às vezes se foca muito no que se tem de ruim, nas nossas falhas e se esquece daquilo que tem de bom: guarde muito bem no coração o que tem de bom, saber muito bem aquilo que em que se é bom, qual é sua especialidade, aquilo que você faz de melhor.

E isso você precisa ter certeza e convicção dentro de você.

3 . É preciso inteligência emocional

A vontade de desistir é algo com que se lida na carreira inteira.

Acontecem muitas dificuldades, acontecem sacanagem, às vezes ocorre muita injustiça e você quer largar tudo.

E a inteligência emocional consiste em se ter uma capacidade de pensar em seu próprio favor. Você desenvolveu um modelo mental que não sabota os seus próprios sonhos e pode gerar em você a resiliência para suportar os momentos de dificuldade.

Com ela sua capacidade de pensar está direcionada, formada, modelada em seu favor.

A sua falta faz perder a cabeça, brigar com alguém, dar uma entrevista um pouco fora dos padrões, posicionar-se de forma errada em alguns momentos, não aceitar determinadas circunstâncias.

E esse tipo de inteligência que vai fazer com que toda a capacidade cerebral caminhe junto com a sua capacidade física, junto com a sua capacidade técnica.

É preciso, portanto, desenvolver um modelo mental.

Quantos atletas têm um talento muito grande, mas uma incapacidade de lidar com as vaias, em ficar no banco de reserva, em ser mandado embora, em lidar com a solidão.

O importante então é desenvolver um modelo mental que lhe ajude. Seus pensamentos precisam construir, não destruir.

Se a mente se modela pelas dificuldades tudo fica muito mais difícil, porque você começa a destruir, a sabotar seus próprios sonhos.

A inteligência emocional traz relevância para aquilo que existe de melhor em você, para que você também possa lidar com os momentos de dificuldade com um pensamento e com uma forma de olhar, uma forma de ver, de sentir, inteligente.

4  Disciplina

De nada adianta jogar videogame três horas por dia e se dedicar quinze minutos ao seu sonho.

O seu sonho é sempre aquilo que deve tomar mais tempo de você por dia.

Quer saber se alguém de fato está compromissado com o próprio sonho e quer realizar um sonho?

É ver quantas horas por dia ele dedica ao sonho dele.

O que acontece muitas vezes é que a pessoa sai de casa e vai fazer o teste como se ele fosse o melhor do mundo e chega lá bate e volta não passa no teste.

Isso porque ela se dedica pouco, está pouco tempo com o próprio sonho. As coisas são difíceis!

E agora, neste momento, existem milhares de jovens querendo realizar esse sonho de ser um jogador de futebol.

Se você não for diferente em tudo isto que acaba de ser explicado vai ser difícil. Portanto é preciso ter Disciplina.

Tudo deve estar sempre submetido à sua vida como profissional do futebol: a alimentação, a diversão, tudo focado e concentrado.

Infelizmente muitos passam horas no WhatsUp,  no Facebook e depois querem ser jogador de futebol.

Post seu Comentário.